Por que ser Grato?

Nessa época conturbada em que vivemos, muitas vezes somos acometidos por tantas situações que nos esquecemos de pensar o quanto somos abençoados. Vou até utilizar uma frase cliché, você observa o copo “meio vazio ou meio cheio”? Nos normalmente temos a tendência feia de valorizar somente pontos negativos e muitas vezes deixamos de ver que os pontos positivos superam e muito, os pontos negativos.

No salmo 103 o Salmista já começa seu pensamento declarando: Bendize ó minha alma ao Senhor, e tudo que há em mim bendiga o seu santo nome. Diante desse texto, podemos fazer um confronto teoria x prática e pensar: Como posso ser grato se passo por tantos problemas? Existem momentos em que as circunstâncias são tão drásticas que pensamos que Deus não existe, por que sofremos? O mundo não devia ser feito só de momentos bons? E risível o fato de que muitas vezes vemos o mundo como o “País das Maravilhas” do conto da Alice.

Em momentos como este, de crise e sofrimento, que devemos voltar ao salmo 103, o salmista começa falando que é Ele que perdoa todas as nossas iniquidades e sara todas as nossas enfermidades, nunca podemos nos esquecer que somos falhos, muitas das coisas que vem sobre nós são fruto das escolhas erradas que fazemos, e é libertador saber que temos um Deus que nos perdoa e ainda sara as enfermidades que arranjamos pelo caminho.

E a conversa não para por aí, Deus é aquele que redime nossa alma da perdição, seja qual for o buraco que você esteja, Deus pode te tirar de lá, não existe nada que seja impossível à ele, e Ele ainda farta a nossa boca de bens, mesmo que você esteja em uma situação financeira ruim, entregue ela a Deus, de o dízimo e as ofertas – e seja organizado não gastando mais do que ganha e pegue todos que você deve, e você verá que Deus irá lhe auxiliar e por as contas em dia e andar certinho nessa área.

Deus é maravilhoso pois ele faz justiça à todos os oprimidos e não nos trata segundo os nossos pecados, Ele se compadece de nós, como o próprio salmista diz: Ele conhece a nossa estrutura e sabe que somos pó.Nesse ponto o salmista está fazendo menção à escravidão sofrida pelo povo judeu no Egito, pois lá, como fazedores de tijolos eles viviam cheios de poeira, e por isso, eram chamados de forma pejorativa de Hapirus pelos egípcios, essa palavra se traduz como “cheios de Pó”, nesse tópico o salmista lembra da escravidão que os judeus sofreram e o quanto o povo é pequeno, ou seja, não somos nada sem Deus, nossos diplomas não nos tornam semideuses, precisamos de Deus sempre.

Não há nada de bom em nós que não venha de Deus, precisamos entender isso, não precisar carregar o mundo nas costas, e aí volto ao tema desta postagem: Por que ser grato? Vou responder de forma simples, devemos ser gratos porque temos um Deus que nos ama, nos abençoa, um Deus capaz de virar qualquer situação a nosso favor, em virtude disso, eu vou encerrar este post com uma pergunta:

Como não ser grato?

Gostou? Deixe o seu comentário!!!