Ataque o alvo certo!

de Recentemente houve um “bum” de comentários e compartilhamentos sobre a última parada gay e todas as suas ofensas disfarçadas de protestos. Minha primeira reação foi de indignação, mas logo após ver inúmeros comentários de ódio do tipo: “Esses viados devem ficar no seu lugar e não mexer com a religião dos outros” por parte de cristãos, percebi o quanto a igreja está se dirigindo para o rumo errado.

Graças a Deus ainda existem homens e mulheres que pensam diferente, que pensam como Jesus ensinou. Um deles é um grande amigo, Pastor Marcelo Carvalho da Igreja Batista Missionária da Amazônia (IBMA) que postou hoje, dia 9 de junho de 2015 um texto curto, mas extremamente esclarecedor, sábio e cheio de Deus. Segue abaixo este texto que me fez crer que ainda existem remanescentes, que ainda existem os 7000 espalhados por aí.

 

ATAQUE O ALVO CERTO (por Marcelo Carvalho)

“Toda exposição pecaminosa do ser humano, quer seja nas drogas, alcoolismo, homossexualidade, crimes, corrupção ou até mesmo através de uma “simples” mentira, nada mais é do que o grito da alma de um homem vazio e separado de Deus, buscando a todo o custo senso de significância, vemos isso claramente na Bíblia no texto de Efésios 4:17-19 E digo isto, e testifico no SENHOR, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade do seu sentido,
18 Entenebrecidos no entendimento separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração;
19 Os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza.

Então, discutir, polemizar e questionar não promoverá mudança na vida daqueles que não conhecem a Deus, pois o homem natural não compreende, isso só o afastará mais ainda de Cristo e daqueles que o servem. Precisamos aprender atacar o alvo certo.

Atacar o alvo certo significa orar por eles, amá-los, evangelizá-los e permitir que o Cristo que vive em nós possa de alguma forma alcançá-los.

Não existe pecadinho e pecadão, o problema não está no derivado do pecado, o problema é o pecado que fabrica toda sorte de perversidade, mas foi em uma cruz que este pecado foi vencido!

A cruz tão ridicularizada em passeatas, nos trouxe a 2.000 anos atrás a solução que silencia o grito da nossa alma, nos levando a viver a vida de Deus! Pense nisso…”

Se você acredita da mesma forma, compartilhe e faça com que a palavra da verdade alcance mais pessoas.

Gostou? Deixe o seu comentário!!!