A igreja é MINHA ou é de CRISTO?

Incessantemente tenho ouvido de muitas pessoas de lugares diferes, idades diferentes, níveis sociais diferentes e em ocasiões variadas o clamor por um evangelho mais simples. A grande maioria está cansada das invenções criadas nos púlpitos e das inversões dos valores e princípios ensinados por Cristo.
Hoje me deparei com uma situação no mínimo curiosa, fui questionado com a seguinte pergunta: “qual é a tua igreja?”. Quando o “nome” da igreja que congrego iria escapar pela boca me veio à mente outras perguntas: “qual é a TUA igreja? Como assim? A igreja é MINHA ou é de CRISTO? Parei por uns poucos segundos e devolvi a pergunta com outra pergunta
“a igreja te pertence?”
A resposta foi surprendente: “o pastor disse que se eu não tenho uma igreja e se eu não pertenço a uma igreja e se eu não amar a igreja antes de amar as minhas próprias coisas eu não estou agradando a Deus”
Sempre ouço expressões desse tipo: minha igreja, minha benção, minha unção, meu, meu e meu!
Quer saber?!!
O evangelho de Cristo não é sobre o que é MEU e o que EU QUERO e sim sobre o que pertence a todos e sobre o que eu não devo querer!!!
Muito mais importante do que aquilo que eu devo querer ou ter, o que deve permear a minha mente deve ser aquilo que eu devo dar e aquilo eu não devo desejar a ponto de prejudicar meu próximo e a mim mesmo. O interesse pessoal não faz parte do Cristianismo que eu conheço. Talvez a minha bíblia não seja igual a sua. Isso me faz lembrar de uma situação que eu vivi a um tempo atrás;
certa vez ouvi de um certo “pastor” uma frase que me incomodou muito: “não se engane, as pessoas não fazem nada sem interesse, todo mundo quer ser reconhecido, quer receber pelo que fazem a você, isso é honra, e é bom que seja assim, aqui na igreja também é assim, você sempre será devedor daquilo que te fizerem; eu mesmo tenho interesse em você, não te dei cobertura espiritual sem esperar retorno”.
Isto é sério? Acontece mesmo?
Você deve está se perguntando! Pior é que acontece; eu me envergonho disso! Pelo que eu sei a única coisa que tenho que dever ao meu próximo é o amor! Não é isso que está escrito???Estes “desvalores” estão disseminados pela maioria dos lugares por onde andei de maneira sutil, quase imperceptível que você só vê quando você começa a ler a Bíblia e não tenta interpretar baseado nas ideias tendenciosas e maldosas que o falso evangelho tenta te inculcar.
O evangelho de Cristo te leva ao Cristianismo verdadeiro; ele é simples, é claro, é libertador! Qualquer coisa que confunde, aprisiona e embaça sua visão a respeito da vida e das pessoas não é evangelho de Cristo, é RELIGIOSISMO!
Leia os evangelhos segundo Mateus, Marcos, Lucas e João; ore! Faça isso regularmente. Ame sempre e ajude quando lhe for possível; ampare; antes de impor as mãos e orar pelos enfermos, abrace-os! Antes de tentar expelir os demônios em outros mande os que estão em você embora! Seja sincero antes de tentar ser santo; seja amigo antes de querer ser “um líder de excelência”(você sabe do que eu estou falando); antes de engolir o que te mandam engolir prove, mastigue e se não prestar cuspa!
Prove e se permita ser provado. Antes de RECEBER mais uma “unção sobrenatural”( naqueles famosos, RECEBAAAAA!) receba de maneira natural as pessoas naturais que estão a sua volta.
Finalizo sem a intenção de ofender ninguém, aliás, não estou falando de ninguém e sim de uma realidade que muitas pessoas que tem a sincera intenção de conhecer a Cristo tem se deparado.

Como disse no início, podem julgar! Examinem os ensinamentos de Cristo e depois me julguem.

Gostou? Deixe o seu comentário!!!